Home Articles O que é um Ambiente Comum de Dados (CDE)?

O que é um Ambiente Comum de Dados (CDE)?

O Ambiente Comum de Dados (CDE) é simplesmente um local digital onde a informação se junta. É um único lugar para tudo!

O BIM é muitas vezes entendido simplesmente como tecnologia ou modelos. No entanto, o processo é o aspecto mais importante de qualquer projeto em BIM.
Um projeto em BIM bem sucedido é aquele que segue um processo definido de forma eficaz e eficiente, usando a tecnologia para produzir resultados.
Para trabalhar em um ambiente colaborativo a informação precisa estar alinhada com a ISO 19650-2.
Os projetos precisam ser desenvolvidos em conjunto e não isoladamente. Para possibilitar o fluxo regular de informação é necessário existir um Ambiente Comum de Dados (CDE).
A ISO 19650 faz uma distinção entre o fluxo no CDE (isto é, o processo) e a solução (tecnologia).
Existe um equívoco bastante comum que o CDE seja apenas uma tecnologia. Esse equívoco ofusca o aspecto mais importante que é o processo ou fluxo de trabalho.
É esta combinação de tecnologia e fluxo de trabalho que define o CDE.

O que pode ser armazenado e gerido em um CDE?

Arquivos (contêiners de informação, segundo a nova nomenclatura da ISO 19650): modelos IFC, modelos em formato nativo, desenhos em dwg ou pdf, planilhas, arquivos de texto, imagens.
Processos de trabalho: aprovações, liberações, solicitação de informações, comunicações em texto e em formato BCF, compatibilizações de projeto. Além disso todos os metadados dos processos e dos arquivos podem ser recuperados para, por exemplo, criar-se painéis de controle da gestão do processo.
Embora o carregamento e o acesso a arquivos seja um requisito essencial para que qualquer sistema seja considerado um CDE, é necessário que tenha um processo de conformidade integrado de acordo com a ISO 19650, Figura 1.
Em termos mais simples, envolve quatro núcleos: WIP (que significa work in progress ou trabalho em progresso), compartilhado, publicado e arquivado.
Isto pode ser tratado por pastas, mas também pode ser tratado por dados que permitam que os processos ocorram.

Figura 1: os quatro núcleos do CDE. Fonte: extraído da ISO 19650

Quais são as diferenças que existem entre o CDE e as soluções de mercado como o Google Drive e outras comerciais conhecidas na AEC?

As soluções mencionadas são denominadas GED, ou Gerenciadores Eletrônicos de Documentos. Elas gerenciam apenas documentos, mas não gerenciam processos.

O CDE gerencia documentos, modelos e processos, e portanto, as suas funcionalidades incluem as funcionalidades do GED.

Ou seja, um GED não é um CDE.

Ao você utilizar um GED para gerenciar um projeto em BIM você não estará gerenciando o processo de trabalho que é o essencial em BIM.

Existem diversos formatos de CDE no mercado. Vamos adotar como exemplo de CDE o sistema BIMsync, um dos melhores do mercado. A seguir algumas telas mostrarão suas funcionalidades como CDE.

Figura 2: armazenamento e visualização de modelos

Figura 3: comunicação de problemas de compatibilização e trocas de informações no formato BCF
Figura 4: funções do GED: gerenciamento de quaisquer tipo de documentos inclusive dwg e pdf das pranchas

O BIMsync trabalha com Open Standards : IFC, BCF, bsDD e COBIe

Mais informações sobre o BIMsync podem ser obtidas aqui

 

 

Carregar mais artigos relacionados
Load More In Articles
Comments are closed.

Leia também

CanBIM Certification for Zigurat

The next editions for BIM programs in English, Spanish and Portuguese will be certified by…