Home Artigos Confira os resultados do teste de conhecimentos em BIM

Confira os resultados do teste de conhecimentos em BIM

Entre os dias 1 e 11 de agosto de 2019 realizei um teste de conhecimentos em BIM.
O questionário foi respondido por 158 pessoas contatadas a partir do Linkedin e Facebook em grupos específicos de BIM e também na TL aberta.
O teste consistiu de 5 questões básicas, sendo algumas simples e outras mais difíceis. Não houve a preocupação de condicionar as perguntas ou estabelecer critérios de pré-requisitos para fazer cruzamento de dados.
Abaixo seguem as perguntas, as respostas corretas e o gráfico com o número e % de acertos e erros por questão.
Ao final do post publico alguns comentários e o quadro resumo com a mediana do teste.

Resposta: 

O Modelo de Informação de Ativos ou AIM é um termo usado para descrever o conjunto de informações coletadas de todas as fontes que dão suporte a gestão de um ativo construído. O AIM serve como uma única fonte de informações validadas e aprovadas relacionadas a um ativo construído e é usado durante a fase operacional de um edifício. É um termo que pode estar relacionado a um único ativo, a um sistema de ativos combinados ou a todo o portfólio de ativos de uma organização.

Quem usa a informação no AIM e para quê?
O AIM é usado por clientes, usuários finais e gerentes de facilities quando um edifício entra nas fases de Operação e Uso do ciclo de vida do projeto.
Os proprietários/ocupantes do edifício utilizarão os dados e informações contidos no AIM para responder aos Requisitos de Informação Organizacional (OIR) para apoiar as operações de negócios.

O AIM deve fornecer um conjunto de dados de ativos totalmente preenchido que pode, se necessário, ser utilizado por sistemas de gestão de facilities assistidos por computador (CAFM). Esses softwares permitem que os gerentes de facilities planejem, executem e monitorem as atividades necessárias para fornecer manutenção proativa e reativa. Fornecedores como Bentley (Asset Wise), Business Collaborator (BC), Ecodomus (BIM Platform) e outros produzem softwares que permitem estabelecer um modelo de informação de ativos.

Fontes:
ISO 19650-1
https://www.thenbs.com/knowledge/what-is-the-asset-information-model-aim

Resposta:

A maioria dos custos associados à gestão e manutenção dos edifícios não está na fase de concepção, mas sim nos custos correntes de manutenção e utilização da energia. O uso do BIM e a integração inteligente dos edifícios, pode proporcionar enormes economias de custos ao longo do ciclo de vida do edifício, além de torná-lo um local mais agradável e desejável para viver ou trabalhar. A indústria da construção civil é tão complexa e multidisciplinar que a oportunidade perdida pela falta de informação integrada e comunicação colaborativa entre construtores e proprietários/gestores de facilities gera enorme desperdício financeiro e de recursos físicos todos os anos.

Resposta:

Um Plano de Execução BIM (PEB) é um documento abrangente que ajuda a equipe do projeto a identificar e executar o papel que o BIM desempenha nas diversas fases do gerenciamento de construção. Ele detalha os entregáveis, o nível de informação necessária e os processos de troca de informações, entre outros.

Resposta: 

O Ambiente Comum de Dados ou (CDE) é simplesmente um local digital onde a informação se junta. É um único lugar para tudo!
Com grandes quantidades de dados digitais sendo criadas e compartilhadas durante o ciclo de vida de um projeto, o CDE se torna um ambiente ideal para promover uma cultura de trabalho colaborativo.
A troca de informações envolve o compartilhamento e a coordenação de informações por meio de um CDE, usando padrões abertos sempre que possível e procedimentos operacionais claramente definidos para permitir uma abordagem consistente por todas as organizações envolvidas.
Ele deve ser a base a partir da qual você facilita, gerencia e divulga dados e informações do projeto entre as equipes multidisciplinares em um processo gerenciado durante todo o ciclo de vida do projeto.

Resposta:

O Model View Definition, ou MVD é um subconjunto do esquema IFC destinado a desenvolvedores de software (não a usuários finais) para implementar em seus softwares BIM com o objetivo de registrar os intercâmbios de informações necessárias definidas no IDM (Manual de entrega de Informações).
O IDM, um padrão da buildingSMART, identifica os processos realizados durante o ciclo de vida de um ativo construído, juntamente com as informações necessárias para que esses processos sejam executados.
Fonte: buildingSMART

Resumo do teste e mediana

Comentários

A mediana do teste foi de 3,42. Obtivemos 61% dos respondentes acertando de 4 a 5 questões e 39% acertando de 1 a 3 questões. Uma pequena margem (3%) não acertou nenhuma questão e 22% acertaram a todas as questões.

A quantidade de acertos, em ordem decrescente, da questão com maior acertos para a questão com menor acertos, foi a seguinte:

Q2 85,40%
Q4 84,80%
Q5 58,90%
Q3 58,20%
Q1 55,10%

A questão 2 (O BIM agrega valor para os proprietários e gestores de edifícios..) obteve o maior número de acertos e a questão 1 (O Modelo de Informação de Ativos (AIM) é utilizado…). O resultado é lógico, na medida que a definição do BIM e seu uso no ciclo de vida é já algo de grande conhecimento e um conceito bastante difundido. A questão 1, por outro lado, é complexa devido tanto a sua terminologia (AIM: Asset Information Model) extraída da norma ISO 19650, ainda pouco familiar e em processo de tradução pelo comitê da norma BIM brasileira.

A questão 3 ( O Plano de Execução BIM (PEB) é essencialmente…) ficou em penúltimo lugar em termos de acertos. Chama a atenção a concentração elevada de erros (31%) em uma das resposta erradas: “PEB é o conjunto de ações necessárias para implantar o BIM em uma empresa”. Isso denota ainda que o entendimento da implantação do BIM ainda é um termo obscuro e talvez confuso para muitas pessoas.

A questão 5, para nossa surpresa, apresentou um bom resultado de acertos, mesmo levando-se em conta tratar-se de um assunto que exige conhecimentos específicos sobre o IFC. É um ponto a ser analisado mais profundamente.

O resultado geral demonstrou um valor razoável. O número de respondentes (158) ficou abaixo da meta inicial de 200, porém percebemos que a velocidade de interesse veio decrescendo e decidimos para a coleta.

Esse é apenas um trabalho inicial de sondagem, uma survey simples e sem sofisticações para ser respondida em 5 minutos somente. O resultado encoraja o desenvolvimento de trabalhos futuros com segmentação de usuários e cruzamentos de respostas e um conteúdo mais extenso e mapeado por campos de conhecimento em BIM.

Leonardo Manzione

Carregar mais artigos relacionados
Load More In Artigos
Comments are closed.

Leia também

O que é o IFC, o principal ingrediente do openBIM?

O nascimento do formato IFC Em 1996, 11 parceiros criaram a IAI (International Alliance of…