Usando o formato BCF para tornar a comunicação automática nos projetos

Um dos maiores desafios que experimentamos em projetos BIM é a má comunicação entre os participantes do projeto.
Durante as revisões de projeto, vários problemas são identificados. Mas como estes problemas são comunicados? A resposta vem de ferramentas de “clash detection” que identificam uma interferência em coordenadas 3D, associados a uma posição da câmera que exibe o problema, em seguida, acrescenta os comentários e as ações serem tomadas, para partes envolvidas.
A Tekla Corporation e a Solibri, Inc. sugeriram para a buildingSMART a idéia de usar padrões abertos para permitir a comunicação de fluxo de trabalho entre os diferentes softwares em BIM.
Essas empresas desenvolveram um esquema XML, chamado BIM Collaboration Format (BCF), para codificar mensagens que informam um conjunto de problemas encontrados no modelo BIM para outra ferramenta de software. A vantagem é que apenas as questões encontradas e não todo o modelo BIM precisa ser comunicado entre os softwares, o que permite aumentar o grau de colaboração entre os parceiros.
Originalmente, essa capacidade era limitada somente ao Navisworks. No entanto, se for transmitida em XML, o problema poder ser importado para qualquer plataforma BIM e exibida para o usuário tomar ações. O uso pode ser muito maior do que o de “clash detection” e pode ser usado para qualquer tipo de avaliação, seja automatizado (tal como gerado pelo Solibri Model Checker) realizada manualmente, por meio de uma reunião ou em uma conferência pela Internet. O benefício de BCF é que ele é diretamente carregado e executado na plataforma BIM que gerou o problema.
Esse esquema XML já foi implantado em vários pacotes de software, incluindo, Tekla Structures, Solibri Model Checke, DDS, Autodesk, Eurostep, Gehry Technologies, Kymdata, MAP, Progman e QuickPen International.
Os desenvolvedores originais transferiram a propriedade e os direitos do esquema BCF para a buildingSMART para a adoção de um padrão aberto e mantê-lo para o benefício da indústria.
O BCF permite um método ordenado e eficaz de comunicação que é totalmente rastreável.
A idéia da interoperabilidade é concentrar-se sobre o processo com as diversas ferramentas BIM e operar em conjunto ao invés de em uma única plataforma.
Esse vídeo vai mostrar-lhe como comunicar as informações do Revit para Solibri, use o Solibri para análise e controle e em seguida, comunique os resultados diretamente de volta para o Revit. O projetista localiza os resultados diretamente no seu modelo e comunica a ação volta para Solibri.

Mais informações? www.solibri.com.br

Carregar mais artigos relacionados
Load More In Artigos
Comments are closed.

Leia também

Entendendo um arquivo IFC

Fonte: Entendendo um arquivo .ifc . Autor: Arquiteto Everton Teles Qual é a estrutura bási…