Home Artigos O Solibri foi utilizado pela Camargo Corrêa para quantitativos e verificação da qualidade dos modelos BIM

O Solibri foi utilizado pela Camargo Corrêa para quantitativos e verificação da qualidade dos modelos BIM

Exemplo estrutura de Barramento e Captação

Fazendo uso de duas ferramentas do universo BIM, uma para modelagem e outra para a análise e checagem, a Construtora Camargo Corrêa lança mão dos benefícios da tecnologia BIM para aumentar eficiência e precisão nos levantamentos quantitativos em proposta de construção de usina hidrelétrica subterrânea na Colômbia, com capacidade de 291 GW de produção anual.

Para os trabalhos de modelagem, a Construtora Camargo Corrêa recebeu de seu cliente os modelos em 3D desenvolvidos originalmente em Autocad. Estes modelos foram então usados como referência para uma modelagem, realizada pela equipe de proposta, na ferramenta AllPlan, re-exportados em IFC, viabilizando assim a extração dos quantitativos na ferramenta SOLIBRI MODEL CHECKER, conforme itens de custeio definidos na planilha de preços do Cliente.

Arranjo Geral

No AllPlan também foram feitas algumas divisões nos objetos 3D para permitir a extração dos quantitativos conforme as atividades do cronograma da obra. O modelo 3D também foi utilizado para o planejamento 4D.

“Nós da Construtora Camargo Corrêa adotamos o SOLIBRI como ferramenta BIM para extração de quantitativos e para verificação de qualidade dos Modelos BIM. Esta opção foi em função da competência da ferramenta SOLIBRI para trabalhar com modelos federados, disponibilizando opções de configuração que facilitam a aplicação nos diferentes tipos de Empreendimentos que trabalhamos.”

“Nossos estudos se iniciaram em 2015, com treinamento para uso do SOLIBRI e orientação da empresa CADTEC quanto à sua aplicação nos diferentes cenários existentes nas nossas obras. Atualmente já aplicamos o SOLIBRI na elaboração de propostas, o que vem acelerando significativamente a obtenção dos quantitativos, atividade antes feita manualmente.”


Eng. Marcelo Nonato Santos – BIM Manager na Construtora Camargo Corrêa.

Características do Modelo BIM

O modelo foi desenvolvido em cinco partes distintas, conforme tabela abaixo:

A parte dos tuneis foi carregada no SOLIBRI como DWG e as demais, modeladas nativamente na ferramenta AllPlan e transferidas para o Solibri Model Checker através do formato IFC.

Aplicando o ZOOM Extents, é mostrada a seguinte visualização:

A modelagem foi feita com nível básico de detalhamento (LOD 200), que foram as informações disponibilizadas pelo cliente. O objetivo para uso do SOLIBRI neste empreendimento foi para extração de quantitativos.

Classificações

A classificação de custeio foi baseada principalmente nos materiais dos objetos 3D, definidos a partir da planilha de preços do Cliente. Uma pequena parte dos objetos 3D precisou ser classificada manualmente.

A classificação de locais foi definida a partir das atividades do cronograma do Empreendimento. Como exemplo, a estrutura de Captação continha os seguintes locais:

Diferentemente da classificação dos itens de custeio, os itens de locais foram 100% classificados manualmente. Esta opção foi necessária por motivo de volatilidade nas atividades do cronograma, que mudaram várias vezes durante a elaboração da proposta. Em cada mudança, fazia-se necessário atualizar a classificação de locais e reclassificar os objetos. Neste caso, o SOLIBRI auxiliou a equipe da proposta na atualização do modelo 3D conforme as novas configurações no cronograma.

Apesar de ser trabalhoso precisar reclassificar manualmente os objetos 3D quando havia mudanças de locais devidas a alterações no cronograma, esta etapa conferiu maior confiabilidade no recálculo dos quantitativos decorrentes destas alterações. Caso o recalculo fosse feito no processo manual tradicional, este retrabalho seria bem mais trabalhoso e com grande risco de erros.

Information Takeoff

Foram criados seis Information Takeoffs, todos baseados nas classificações de Custeio e Locais:

Como exemplo, para os quantitativos de Terra e Rocha, foram utilizadas as seguintes classificações de filtro nos itens de Custeio:

A classificação por Local foi utilizada para agrupamento dos objetos pertencentes a um mesmo item do cronograma, ficando com o seguinte resultado, onde são exibidos no 3D os itens de Terra e Rocha da Captação:

O planejador utilizou então o visualizador SOLIBRI Model Viewer para obter as quantidades e cadastrá-las no Sistema de Planejamento.

Características Principais
Potência Instalada: 45 MW
Queda Bruta 462 m
2 Turbinas Peltron
Produção 291,00 GW/Ano
Principais Volumes
Escavação Subterrânea – V = 153.000m³
Concreto Estrutural – V= 19.500m³
Aço Estrutural – P= 1.400.00kg
Concreto Lançado – V= 5.455m³
Barras de Ancoragem – L= 72.000m

Turbinas Pelton – eixo vertical 45 MW

Solicite seu trial

 

Carregar mais artigos relacionados
Load More In Artigos
Comments are closed.

Leia também

Workshop de SOLIBRI

A Associação para o Desenvolvimento e Promoção do BIM no Estado de Pernambuco (ABIM-PE) es…